Circuito Liberdade

1 cidade, 15 espaços culturais, 2 objetivos principais: fortalecer os laços entre os espaços culturais e entre o Circuito Liberdade e a comunidade; estimular os espaços culturais do Circuito Liberdade a se apropriarem de conteúdos possíveis para suas exposições a partir dos acervos dos espaços culturais públicos do Estado de Minas Gerais.

Circuito Liberdade

Rainha da Sucata: Praça da Liberdade s/n
Belo Horizonte city

Terrains de jeu

1/ 

O Circuito Liberdade caracteriza-se como um conjunto de quinze equipa¬mentos culturais qualificados e integrados, dentre museus, centros de cultura e de formação, que mapeiam diferentes aspectos do universo cultural e artístico. E não somente.

2/ 

O Circuito Liberdade, fundamentalmente, carrega consigo inegável valor cultural confe-rido a todo o Conjunto Arquitetônico e Paisagístico da Praça da Liberdade, do qual fazem partes os jardins, alamedas, lagos, fontes, monumentos e os edifícios do entorno, que juntos compõem a paisagem cultural urbana, trazendo elementos da arquitetura eclé¬tica, art déco, moderna e contemporânea.

3/ 

O edifício “Rainha da Sucata”, localizado na Praça da Liberdade, é onde a maratona Museomix tomará forma. O edifício agregou diversos valores e concepções ao longo de sua história, rompendo dogmas modernistas da época de sua inauguração e contribuindo para a discussão sobre patrimônio. Se constitui como uma edificação cuja arquitetura reporta-se aos diversos edifícios do Circuito Liberdade, em um diálogo subversivo e surpreendente, trabalhando com ideais de inovação e superação.

4/ 

Acredita-se que o edifício “Rainha da Sucata” é simbolicamente e estruturalmente ideal para a consecução da proposta do Museomix 2017. Sua alma vanguardista inspira e encoraja o surgimento de novas ideias, ao mesmo tempo em que carrega consigo a referência histórica, arquitetônica e simbólica da cidade de Belo Horizonte.

5/ 

A própria edificação do Rainha da Sucata constitui-se um acervo a ser trabalhado na maratona Museomix, assim como todas as edifi¬cações que compõem o Circuito Liberdade, em uma lógica na qual a compreensão e valorização do patrimônio cultural são fortes aliados do desenvolvimento social e cultural de maneira sustentável.

6/ 

Buscando estimular os participantes, propomos algumas possibilidades, desafios percebidos no Circuito Liberdade. Certos recortes serão feitos aos acervos dos equipamentos culturais públicos do Estado de Minas Gerais presentes no Circuito Liberdade no intuito de deli¬near um horizonte aos museomixers, em harmonia com as possibilidades de construção colocadas abaixo:

• Tornar os acervos dos equipamentos culturais disponíveis/acessíveis ao público;
• Estimular os equipamentos culturais do Circuito Liberdade a se apropriarem de conteúdos possíveis para seus espaços a partir dos acervos da Biblioteca Pública Estadual de Minas Gerais, Arquivo Público Mineiro e Museu Mineiro e Biblioteca do Instituto Estadual de Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais;
• Compreender a transformação ao longo do tempo da vocação do espaço urbano da Praça da Liberdade e seu entorno – de uma vocação administrativa, política e simbólica para uma vocação cultural;
• Proporcionar a percepção de integração entre os equipamentos culturais do Circuito Liberdade;
• Ampliar e promover a acessibilidade e a inclusão do público com deficiência e/ou em vulnerabilidade social nos equipamentos do Circuito Liberdade.

Édition 2017

L'équipe

Prototypes